Prefeito de Novo Acordo, Elson Lino de Aguiar Filh

A Polícia Civil do Estado do Tocantins, por intermédio da Delegacia Especializada em Investigações Criminais (DEIC), Núcleo de Porto Nacional, deu cumprimento, na tarde desta segunda-feira (17), a mandado de prisão preventiva em desfavor de uma mulher de iniciais K.F.C.S, de 22 anos, pelo crime de homicídio duplamente qualificado na forma tentada, tendo como vítima Elson Lino de Aguiar Filho, Prefeito de Novo Acordo.

O crime ocorreu em 9 de janeiro, na residência da vítima, localizada no Centro da cidade de Novo Acordo, a 118 km de Palmas. Na data dos fatos, por volta das 15 horas, o executor chegou à residência do prefeito, passando-se por um conhecido e aproveitou que uma das portas da casa estava aberta para adentrar ao imóvel, dirigir-se até o quarto do gestor municipal e efetuar três disparos de arma de fogo, a queima-roupa, com um dos tiros atingindo o rosto do prefeito.

Ao final do inquérito policial, quatro pessoas foram indiciadas, sendo que três delas já haviam sido presas em flagrante delito no dia seguinte aos fatos, tendo as prisões sido convertidas em preventiva. Na data de hoje, a última envolvida foi presa no Setor Santa Bárbara, em Palmas, e conduzida até a sede da DEIC, em Porto Nacional, onde foi ouvida e, posteriormente, recolhida à Unidade Prisional Feminina de Palmas, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.