Da redação JM

O então deputado federal e pré-candidato a presidência da República, Jair Bolsonaro, participa da Marcha para Jesus 2018, com discurso do apóstolo Estevam, que pede oração para o Brasil – Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress

Jair Bolsonaro vai ser o primeiro presidente a participar do maior evento evangélico do país, a Marcha Para Jesus, que chega neste ano a sua 27ª edição em São Paulo e foi idealizada em 1993 pela igreja de Hernandes, a Renascer em Cristo. “Pela primeira vez vamos ter este reconhecimento, o presidente da República vir à marcha depois de 27 anos”, disse o apóstolo Estevam Hernandes à Folha.

Segundo Hernandes, o presidente cumpre uma promessa que lhe fez na campanha: se eleito, faria o que nenhum de seus antecessores fez, marchar para Jesus nesta quinta (20) de Corpus Christi, em São Paulo, ao lado de uma fatia da população que até hoje permanece como uma de suas bases mais fiéis.

+ Malafaia denuncia perseguição religiosa contra a Marcha para Jesus no Rio de Janeiro

+ Silas Malafaia relembra profecia de Malta sobre Jair Bolsonaro

Força evangélica

Líderes religiosos avaliam que a proximidade é importante para a defesa de suas conservadoras , temas também defendidos por Bolsonaro, como críticas contra o  aborto e contra a descriminalização das  drogas .

Os evangélicos, cerca de 30% da população brasileira, tiveram papel importante na eleição de Bolsonaro. No início de governo, no entanto, lideranças reclamavam de falta de espaço e interlocução com o governo. Nos últimos três meses, Bolsonaro tem tentado reverter essa percepção. A Marcha para Jesus será o quinto evento religioso de que o presidente participará nos últimos três meses.

Fundador e ex-presidente da Frente Parlamentar Evangélica, Hidekazu Takayama (PSC-PR), afirma que a intenção da marcha é mostrar a força do segmento e afirmar a defesa dos valores cristãos, que representam mais de 80% dos brasileiros, se considerada a soma de católicos e os evangélicos.

– Não queremos uma ditadura de uma maioria cristã. Embora o país seja laico, o governo administra um país que tem a cara cristã. Jamais vamos aceitar uma ditadura de uma minoria, que apresenta pautas favoráveis ao aborto e das drogas, que se confrontam com nosso valores  – afirma Takayama ao O Globo.

– São esses cristãos que dão respaldo ao Bolsonaro. E pode ter certeza que essa defesa das nossas pautas cada dia vai aumentar mais – conclui.

O evento

A caminhada começa na região da Luz, no Centro, e segue até a Praça Heróis da Força Expedicionária Brasileira (FEB), perto do Campo de Marte, na Zona Norte. No ponto final do percurso, será montado um palco para apresentação de cantores gospel e pastores evangélicos.

Neste ano, a Marcha vai ter a presença dos 28 artistas abaixo. Bolsonaro deve subir ao palco por volta das 15h, segundo os organizadores.

Atrações confirmadas

A organização do evento ainda não confirmou o horário em que cada um deve se apresentar. Veja as atrações confirmadas:

  • Aline Barros
  • André & Felipe
  • Ao Cubo
  • Bruna Karla
  • Cassiane
  • Damares
  • Daniela Araújo
  • Davi Sacer
  • Fernandinho
  • Gabriela Gomes
  • Gabriela Rocha
  • Isadora Pompeo
  • Jonas Villar
  • Kemuel
  • Leandro Borges
  • Leonardo Gonçalves
  • Magno Malta
  • Marcelo Aguiar
  • Pastor Deive Leonardo
  • Pedras Vivas
  • Priscilla Alcantara
  • Raquel Santiago
  • Raul Gil
  • Renascer Praise
  • Som e Louvor
  • Station Praise
  • Ton Carfi
  • Wesley Ross

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here