Da redação JM

Presidente alertou neste sábado que o Congresso está cada vez mais obtendo “superpoderes”. Foto: Reprodução

Ao comentar o polêmico projeto de lei aprovado pelo Congresso sobre agências reguladoras, o presidente Jair Bolsonaro afirmou neste sábado (22) que os parlamentares querem transformá-lo em rainha da Inglaterra – que reina e não governa.

A declaração foi dada aos jornalistas após passar por exames no serviço médico do Palácio do Planalto, na manhã deste sábado. O assunto surgiu quando o presidente foi questionado sobre a articulação política com o Congresso.

Bolsonaro declarou neste sábado (22) que o Congresso está cada vez mais obtendo “superpoderes” e quer transformá-lo em uma “rainha da Inglaterra”, que reina, mas não governa: “Pô, querem me deixar como rainha da Inglaterra? Este é o caminho certo?”.

O presidente fez o questionamento após tomar conhecimento de um projeto na Câmara que transferiria a parlamentares o poder de fazer indicações para agências reguladoras.

“Se isso aí se transformar em lei, todas as agências serão indicadas por parlamentares. Imagina qual o critério que vão adotar. Acho que eu não preciso complementar”, afirmou Bolsonaro.

VEJA TAMBÉM
Pr. Everaldo Pereira e Jair Bolsonaro lançam pré-candidatura de João Campos no próximo dia 16

Perigo

O presidente disse ainda que “o Legislativo, cada vez mais, passa a ter superpoderes” e que o pacto entre os três poderes da República: Executivo, Legislativo e Judiciário deveria ser algo vindo “do coração”.

“Com todo respeito, nem precisava ter um pacto. Isso precisava ser do coração, do teu sentimento, da tua alma”, disse o presidente, que estava de saída do centro médico do Palácio do Planalto, onde foi nesta manhã para fazer exames antes de viajar para o Japão para participar da reunião do G-20.

(Com Estadão)