Da redação JM

Evangélicos participam de uma edição da Parada Gay. Foto: Reprodução

A 23.ª edição da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, considerada a maior do mundo, reuniu muitas pessoas na Avenida Paulista, em São Paulo. O número de participantes informado pela organização do evento diz que superava 1 milhão.

Dentre os participantes havia alguns que se declaravam evangélicos e a mídia tratou de exaltar esses poucos, mas foi detonada pelo pastor Silas Malafaia.

Com o mesmo tom político de sempre e criticas aos conservadores, a Parada, mesmo com poucos adeptos, consegue espaço expressivo na mídia que é alinhada ideológica do movimento.