Da redação

A Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ), presidida pelo vereador Lúcio Campelo (PL), proporcionou na tarde desta terça-feira, 25, à realização de audiência pública para discussão sobre a temática ‘Saúde Mental’. Autor de Projeto de Lei em tramitação que institui em Palmas a campanha “Janeiro Branco”, Campelo pediu ênfase ao assunto na Capital. “Perdemos muitas pessoas pela depressão. O emocional afeta toda a nossa vida e é uma responsabilidade com que o poder público precisa trabalhar, precisa mostrar preocupação”, enfatizou. 

A campanha Janeiro Branco visa à promoção e difusão da saúde mental na cidade. De acordo com Lúcio, deverá perdurar por todo o mês de janeiro, sendo promovida pelo poder público que a divulgará mediante a utilização de decoração na cor branca nas sedes da administração pública municipal, nos logradouros públicos e nos monumentos. Um laço branco é o símbolo sugerido.

+ Projeto de Lúcio Campelo dispõe sobre a criação da ‘Patrulha Maria da Penha’ em Palmas

O Projeto do vereador também propõe a realização de ações educativas, palestras, seminários e cursos. Entre os objetivos principais, estão: esclarecer sobre a importância da saúde mental e emocional como um estado de equilíbrio; ampliar e facilitar o acesso à realização de exames preventivos, apoio psicológico, equipes multiprossionais para a realização de atendimentos, cursos e palestras junto à comunidade.

VEJA TAMBÉM
Membro da CCJ, vereador Lúcio Campelo contesta decisão autoritária e parcial do presidente Folha

A audiência foi realizada atendendo pedido do vereador Tiago Andrino (PSB) que presidiu a mesma. Entre os presentes, o secretário municipal de Saúde Daniel Borini, o defensor público Athur de Pádua e o secretário de Governo, Carlos Braga. 

Mais sobre o Janeiro Branco

O Janeiro Branco em Palmas, segundo Lúcio, é uma forma de adesão ao movimento nacional “Janeiro Branco”, que surgiu em Minas Gerais (MG), idealizado pelo psicólogo Leonardo Abrahão, com o objetivo de mostrar a importância de pensar em ações de promoção à saúde mental. “Considero extremamente importante ter zelo, atenção com as pessoas que enfrentam problemas de saúde mental, e o município de Palmas não pode ficar à margem. Precisamos colocar esta temática em evidência”, defende Lúcio Campelo. Ao ser aprovado, o ‘Janeiro Branco’ passará a integrar o Calendário Oficial de Datas e Eventos do município.