Da redação JM

O evangelista Franklin Graham está confrontando a chamada ‘Rainha do Pop’ Madonna por dizer que Jesus aprovaria os abortos.

Madonna, que cresceu católica, quer se encontrar com o Papa Francisco para convencê-lo de que Jesus apoiaria o direito ao aborto para mulheres.

Mas Franklin Graham diz que isso é absurdo.

Madonna diz que o Autor da Vida, Jesus Cristo, aprovaria a destruição da vida através do aborto. Isso é um absurdo! Sinto muito que Madonna e outros que acreditam da maneira que ela é enganada“, disse ele. 

“Eles não devem entender que um dia Deus irá responsabilizá-los. Posicionar-se diante de um Deus Santo com o sangue do nascituro em mãos é um pensamento assustador”, disse Graham.

Madonna, de 60 anos, que é famosa por seu comportamento arriscado e suas crenças progressistas, fez seus comentários em uma entrevista com o apresentador australiano Andrew Denton para promover seu novo álbum.

A discussão se voltou para o aborto e os direitos reprodutivos de uma mulher. Madonna disse que gostaria de se sentar com o papa e ampliar o “ponto de vista de Jesus sobre as mulheres”.

VEJA TAMBÉM
Médico é condenado por se recusar a realizar aborto

“Você não acha que Jesus concordaria que uma mulher tem o direito de escolher o que fazer com seu corpo”, disse ela.

Leia a íntegra:

Madonna diz que o Autor da vida, Jesus Cristo, aprovaria a destruição da vida através do aborto. Isso é um absurdo! Sinto muito que Madonna e outros que acreditam da maneira que ela faz sejam tão enganados. Eles não devem entender que um dia Deus os irá responsabilizar. Estar diante de um Deus santo com o sangue dos não nascidos nas suas mãos é um pensamento assustador. A nossa única esperança é arrepender-se dos nossos pecados e colocar a nossa fé e confiança em Jesus Cristo, nosso criador e o doador da vida.

(Com CBN)