Da redação

Jovens voluntários doam sangue em campanha do Vida por Vidas (Foto: Hilton Costa)

“Foi uma experiência maravilhosa”! Estas foram as palavras do voluntário Patrick Santos sobre a doação de sangue. Ele e mais 219 pessoas doaram tempo, solidariedade e sangue na ação do projeto Vida por Vidas realizada nos dias 26 e 27 de junho no templo adventista central de Tutóia, no Maranhão, a 393 km da capital São Luís.

Em dois dias de mobilização, os adventistas do nordeste maranhense contaram com o apoio do Centro de Hematologia do Maranhão (Hemomar), da Prefeitura de Tutóia e das secretarias municipais de Saúde (Semus) e do Trabalho e Assistência Social (Semtas).

+ Igreja Universal mobiliza milhares de voluntários para doação de sangue

+ Solidariedade: Jovens cristãos criam grupo para doação de sangue

O coordenador do projeto, Ronald Sousa, lembra que o alvo inicial era coletar 150 bolsas de sangue. De acordo com ele, o trabalho dos voluntários fez a grande diferença para superação da meta, alcançando o total de 220.

Para convidar as pessoas, os participantes também fizeram uso das redes sociais com imagens e vídeos, e contaram com o apoio das instituições parceiras. A Igreja Adventista Central de Tutóia foi toda preparada exclusivamente para receber os doadores.

VEJA TAMBÉM
Jucelino Rodrigues pede instalação de base do Hemocentro na região Sul de Palmas

Templo adventista foi usado como local para doação (Foto: Hilton Costa)

Muitos jovens e até famílias inteiras se mobilizaram para a campanha. Cada doador passava por um processo de triagem psicossocial e clínica, e depois era liberado para que o sangue fosse coletado. Após o ato de solidariedade, eles ganhavam uma camiseta do projeto.

Estratégia

Ao longo do mês de junho, A Igreja Adventista do Sétimo Dia incentivou a doação de sangue através da campanha Vida por Vidas, cujo tema foi “Seja um Herói. Doe Sangue.” A iniciativa fez alusão ao dia 14 de junho, quando é celebrado o Dia Mundial do Doador de Sangue.

Assista ao vídeo promocional do projeto Vida por Vidas:

A iniciativa realizada nestes dois dias em Tutóia também ajudou a intensificar a campanha do Junho Vermelho para aumentar em 20% o número de bolsas de sangue no banco de estoque do Centro de Hematologia em relação ao ano anterior, quando foram arrecadadas 1.966 bolsas de sangue. Para manter os estoques, a entidade precisa coletar cerca de 300 bolsas por dia.

VEJA TAMBÉM
Nação Madureira mobiliza evangélicos para doação de sangue em Palmas

Independentemente de campanhas, as doações podem ser feitas em qualquer período do ano e cada cidadão pode ser um doador de sangue, observadas apenas algumas restrições. Para doar sangue é necessário:

– Estar em boas condições de saúde;

– Ter entre 16 e 69 anos;

– Pesar no mínimo 50 kg;

– Estar descansado;

– Estar bem alimentado.

(Com Adventistas.Org)