Governador Flávio Dino durante evento religioso

A Igreja Adventista do Sétimo Dia realizou no último final de semana o Encontro da Missão Calebe, projeto de voluntariado da Igreja Adventista. O evento foi realizado na Praça Maria Aragão, em São Luís – MA, onde milhares de jovens promovem serviço social e evangelismo todos os anos.

O tema de 2019 foi “Somos Tuas Mãos”, relatando a importância da fé para acolhimento às  necessidades do próximo.

Na ocasião, o Governador do Maranhão Flávio Dino (PCdoB) participou do encontro no sábado (06) e entregou um quadro ao Pastor Fernando Lima com a sanção da Lei Estadual no 10.948 que institui o Dia Estadual da Missão Calebe no Maranhão, que passa a ser celebrado no último sábado do mês de julho a cada ano, dentro do calendário oficial do Estado.

+ Flávio Dino se recusa a se encontrar com Bolsonaro, Maranhão será representado pelo Piauí

+ Pastor Daniel Vieira critica decreto de Flávio Dino contra o Escola Sem Partido; Assista

“Quero muito agradecer a Missão Calebe e a todos os jovens que  participam da Missão Calebe, um importante projeto em que se  junta a dimensão da fé e a dimensão do serviço, obras concretas  em favor da comunidades por esses jovens que doam seu tempo livre, suas férias para que com isso possam dar exemplo de  solidariedade porque acreditam que a solidariedade é um caminho fundamental para que tenhamos uma sociedade com mais justiça”, disse o governador Flávio Dino ao agradecer a Igreja Adventista.

VEJA TAMBÉM
Criança começa a criar abelhas para financiar projeto cristão

O Pastor Fernando Lima destacou a importância do reconhecimento às ações da Missão Calebe. “Esse reconhecimento aumenta a autoestima do jovem adventista, por saber que o governo do estado do Maranhão reconhece o seu trabalho, a sua relevância.

Autor do Projeto de Lei que propôs a instituição do dia de celebração às ações da Missão, o Deputado Estadual Neto Evangelista também elogiou o reconhecimento do governador ao projeto.

A Missão

A Missão Calebe é um programa desenvolvido em oito países da América do Sul, que mobiliza cerca de 100 mil jovens se mobilizaram e dedicaram suas férias para participar deste projetos como limpeza de logradouros públicos, restauração de locais históricos, plantio de árvores, coleta seletiva de lixo, doação de roupas, alimentos, kits de higiene, missão evangélica, entre outras ações.