Da redação

A ministra Damares Alves, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, divulgou em suas redes sociais que não tem dificuldade alguma em conciliar a luta pelos Direitos Humanos à visão conservadora.

Damares perguntou aos seus seguidores em sua rede social: “Qual é o primeiro direito humano?”. Ela mesmo respondeu em seguida: “O direito à vida. Então sendo conservador ou não, temos que lutar pelo direito à vida. Não vejo nenhum conflito nisso”, disse Damares Alves.

+ Evangélico no STF é natural, diz Damares Alves

+ ‘Crime organizado vende estupro de bebês no Brasil’, diz ministra Damares Alves

De acordo com a ministra, o acesso à educação, à moradia e à água são direitos humanos. Portanto, as pautas de direitos humanos não entram em conflito com o fato de Damares ser religiosa ou conservadora. “Pelo contrário. Jesus Cristo foi o maior defensor dos Direitos Humanos do planeta Terra. Jesus Cristo veio para os excluídos. Veio restaurar a dignidade da mulher na sociedade”, disse Damares.

VEJA TAMBÉM
Cristão canadense é preso por dizer que homossexualidade é pecado

“Jesus Cristo esteve com os abandonados, com os pobres, falou de igualdade e falou de direitos. Então eu me inspiro nEle. A luta pelos Direitos Humanos para mim é inspirada no maior de todos os mestres: Jesus Cristo”, disse a ministra.

Em seguida, Damares publicou em sua rede social um provérbio bíblico, que a inspira a trabalhar ainda mais pelos Direitos Humanos.

“Abre a tua boca em favor dos que não podem se defender; sê o protetor dos direitos de todos os desamparados!” Provérbios 31.8.

(Com Conexão Política)