Da redação JM

Pastor Josué Gonçalves lamenta divórcios e suas consequências. Foto: Reprodução

Se tempos atrás o divórcio não era sequer cogitado entre os evangélicos, atualmente virou remédio para relacionamentos conflituosos até mesmo entre o povo de Deus. O número de evangélicos que recorrem ao divórcio diante de qualquer problema no casamento assusta líderes.

O pastor Josué Gonçalves, especialista na área de relacionamentos, chamou a atenção para alguns dos males provocados pelo divórcio e mostrou porque Deus o odeia, razão pela qual o seu povo deveria também repudiá-lo.

+ Cantora Lauriete confirma separação de Magno Malta: “vou pedir o divórcio”

+ “Há muitas pessoas dentro da igreja que banalizaram o divórcio”, diz Silas Malafaia

“Se dependesse só de Deus não haveria divórcio”, afirma o pastor.

Gonçalves ressalta que o “casamento é ideia de Deus, o divórcio é consequência da dureza do coração do homem.”

Leia abaixo:

Você já parou para pensar por que Deus odeia o divórcio? (Malaquias 2.16) Quero lhe mostrar 4 Razões. 
1. Qual o sentimento de um pai ao ver um filho se divorciando? Deus é pai, cada filho que se separa faz o seu coração chorar. 
2. O divórcio é guerra. Não existe divórcio indolor. Em uma guerra alguns saem amputados, outros queimados, outros terminam mortos. O divórcio é um tipo de guerra que nunca termina. Uma pessoas divorciadas disse, eu preferia ter morrido.
3. O divórcio é como um tsunami, que desinstalai, traumatiza e devasta tudo. Depois que passa, as marcas da tragédia faz qualquer um chorar . 
4. O divórcio é a apostasia do amor . É rejeitar alguém que um dia foi desejado, buscado é seduzido. 
Se dependesse só de Deus não haveria divórcio . 
Lembre-se, qualquer casamento pode dar certo se os dois estiverem disposto a mudar . 
Você sabia que 63% dos casais que se separam se arrependem depois. 
O casamento é ideia de Deus, o divórcio é consequência da dureza do coração do homem.