Da redação JM

Flavio antes e depois. Foto: Reprodução

O missionário Flávio, ex-homossexual, conta no programa SuperPop da apresentadora Luciana Gimenez, o seu testemunho de libertação da homossexualidade. Ele revela como sua mudança de vida em que retornou a se identificar como homem, após 16 anos se colocando como mulher.

“Virei travesti pela circunstância”, afirma. Ele fala que nunca gostou do gênero feminino e já foi muito ofendido por isso, até que chegou ao fundo do poço: “Não conquistei nada do que queria e estava infeliz”. 

+ Califórnia: deputados querem que pastores parem de pregar contra homossexualidade

+ Lenda do rock deixa a homossexualidade e prega contra a ideologia de gênero

Assim como Flávio, outros milhares de homossexuais experimentam a mesma restauração de sua sexualidade sadia ao conhecerem o Evangelho de Jesus Cristo. A mídia ignora e até critica as igrejas que auxiliam essas pessoas que sofrem e buscam voltar a ter o conhecimento correto da própria vida.

Flávio relembra que pediu para Deus o ajudar a levantar e mudar de vida, quando estava com apenas 39 kg e várias doenças pelo corpo. Após isso, a luta continuou com o objetivo de acabar com o desejo por homens, sendo assim, criou uma perseverança em começar a gostar de mulher.

VEJA TAMBÉM
Homem trans se converte e volta a assumir identidade feminina; assista ao testemunho

“Muito jejum e oração”, revela sobre tática para diminuir desejo sexual. 

Assista: