Da redação

Este será o segundo evento do Programa Araguaína + Ambiente dedicado à conscientização sobre o correto descarte de resíduos . O primeiro foi com empreendimentos que prestam serviços de saúde

Representantes de oficinas, lava jatos, postos de combustíveis, retificas e geradores de resíduos contaminados estão sendo convocados a participar de um seminário sobre o descarte correto do óleo lubrificante e peças contaminadas. Também será abordado o Licenciamento Ambiental dessas atividades. O evento da Prefeitura de Araguaína será realizado no auditório do Unitpac, às 15h30, da próxima quarta-feira, 14. O objetivo é orientar os empresários para se ajustarem às leis de sustentabilidade.
 
Consultores ambientais e representantes de oficinas, lava jatos, postos de combustíveis e retificas estão sendo convocados a participar de um seminário sobre o descarte correto do óleo lubrificante e peças contaminadas. O evento da Prefeitura de Araguaína será realizado no auditório do Unitpac, às 15h30, da próxima quarta-feira, 14. O objetivo é orientar os empresários para se ajustarem às leis de sustentabilidade.

+ Após quase 5 anos, tratamento contra câncer em Araguaína deve ser retomado terça-feira, 13
 
O seminário terá apresentações dos técnicos municipais do Meio Ambiente, Defesa Civil e Departamento de Postura e Edificações (Depume) e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Também do Sindicato do Comércio Varejista de Veículos, Peças e Acessórios do Estado do Tocantins (Sincopeças) e Sindicato da Indústria de Reparação de Veículos, Máquinas, Aeronaves e Acessórios do Estado do Tocantins (Sindirepa).
 
Após as palestras, que devem durar duas horas, o espaço será aberto para dúvidas e sugestões dos participantes. Até o momento, já foram notificadas cerca de 260 empresas do nicho que atuam nos bairros. Até esta sexta-feira, 9, as convocações serão entregues aos demais empreendimentos localizados nos setores mais próximos ao Centro. A expectativa é de que 500 pessoas participem do seminário.
 
Descarte irregular é crime
Segundo o superintendente de Meio Ambiente, Orialle Barbosa, o seminário abordará desde o armazenamento do óleo usado até seu destino final. “É importante lembrar que a coleta de lixo urbana não recolhe esse tipo de resíduo. É preciso contratar uma empresa especializada para recolher e reciclar esse óleo”, explicou.
 
Ainda de acordo com Barbosa, a cada 10 denúncias recebidas pela Secretaria, duas são sobre descarte irregular de resíduos oleosos ou contaminados pelo mesmo. “Isso causa a poluição do solo e do ar, com contaminação do lençol freático, proliferação de vetores da doença, mal cheiro, entre outros. Pode ser entendido como crime ambiental e gerar multa de até R$ 10 mil”, afirmou.
 
Araguaína + Ambiente
Este será o segundo seminário dedicado às empresas geradoras de resíduos em Araguaína. O primeiro, em maio, foi com representantes de serviços de saúde, como farmácias e clínicas. Além destes, outros dois serão realizados para abordar os temas Produtos Agropecuários e Agenda 21.

Os eventos fazem parte do Programa Araguaína + Ambiente, que incentiva boas práticas que podem melhorar a qualidade de vida da população, por meio da conscientização sobre o papel ativo na sustentabilidade, usando atividades educativas.

VEJA TAMBÉM
Igreja Fonte da Vida de Araguaína entrega cestas básicas neste domingo
Segundo o superintendente de Meio Ambiente, Orialle Barbosa, o seminário abordará desde o armazenamento do óleo usado até seu destino final