Da redação JM

“Se Deus quiser resultará em vitórias importantes para o futuro do segmento religioso no Brasil”, disse Silas Câmara. Foto: Divulgação/FPE

A Frente Parlamentar Evangélica (FPE) estive reunida nesta terça-feira (13) com o secretário Geral da Receita Federal, João Paulo Ramos e os técnicos do órgão para tratar sobre a tributação de Igrejas evangélicas no Brasil.

Participam da reunião o presidente da FPE, Silas Câmara (PRB/AM), a secretária executiva da Frente, Dra. Antônia Lúcia, os deputado Davi Soares, Cezinha Madureira e seus assessores. 

+ Receita Federal pode inativar CNPJ de muitas igrejas em 2019; entenda

+ Reforma Tributária: Líderes evangélicos pedirão a Bolsonaro para não taxar igrejas

“Tivemos final de semana extenso trabalhando em torno da reforma tributária e os interesses das instituições religiosas do Brasil. Que se desdobraram hoje (13) em uma reunião muito produtiva no Ministério da Economia“, disse o presidente da Frente, o pastor Silas Câmara.

Câmara ainda mostrou-se positivo com o andamento das negociações e disse que “se Deus quiser resultará em vitórias importantes para o futuro do segmento religioso no Brasil”.