Da redação

Plenário do Senado Federal durante sessão especial destinada a homenagear a comunidade terapêutica Fazenda da Esperança. À mesa, presidente da sessão, senador Siqueira Campos (DEM-TO).Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

O Senador Siqueira Campos (DEM), presidiu nesta segunda-feira, 12, no Senado Federal, a sessão especial, em homenagem à Fazenda da Esperança. O pedido da sessão é do senador licenciado Eduardo Gomes.

 A Fazenda da Esperança atua na recuperação de dependentes químicos e tem ajudado vários jovens a sair do vício das drogas e a reconstrução do convívio familiar, um a obra social com o intuito de mudar vidas. Siqueira Campos foi grande incentivador para a construção e consolidação da Fazenda da Esperança no Tocantins, teve participação direta, com apoio através de convênios, hoje no Estado são quatro unidades, nos municípios de Lajeado, Porto Nacional, Palmas e Dianópolis.

Plenário do Senado Federal durante sessão especial destinada a homenagear a comunidade terapêutica Fazenda da Esperança.Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

De acordo com o senador Siqueira Campos, o trabalho executado pela Fazenda da Esperança no tratamento dos usuários de entorpecentes é fundamental na promoção da abstinência e deve ser apoiado ainda mais. “Esse é um belo projeto social de amparo, de encaminhamento da juventude, das pessoas desvalidas, das pessoas que não têm condições de viver normalmente”, avaliou o senador.

VEJA TAMBÉM
Força-Tarefa do MP denuncia ex-governadores do TO e mais 19; ação pede bloqueio de R$ 96,5 milhões

Um dos fundadores da Fazenda Esperança, Frei Hans Stapel, ressaltou o real objetivo da entidade. “Para mim, tirar das drogas é muito pouco. Precisa fazer homens novos e mulheres novas. Agora o desejo é aumentar mais para poder acolher aqueles que ainda estão nas cracolândias da vida, nas nossas prisões”, projetou.

Participaram da sessão alguns membros da organização, autoridades,  colaboradores e jovens moradores na Fazenda da Esperança.