Da redação

Sede da Prefeitura de Palmas – Prefeita disse que programa “Gerações” será lançado em breve na capital. Foto: Reprodução

A Prefeitura de Palmas prepara o lançamento de um programa que visa dar oportunidade de trabalho a idosos. O projeto ‘Gerações’ foi anunciado pela prefeita da Capital, Cinthia Ribeiro, na tarde desta sexta-feira, 16, durante audiência da Subcomissão Permanente de Proteção e Defesa da Pessoa Idosa (CASDPI), no plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Tocantins. O assunto foi apresentado pelo senador Romário Faria, que é vice-presidente da comissão. 

+ De olho na reeleição, Cinthia Ribeiro exonera procuradora-geral e o Secretário de Regularização Fundiária

+ Prefeitura de Palmas institui Programa de Conversão de Multas Ambientais

“Iremos lançar o maior projeto de estágio do Brasil para idosos. É o projeto Gerações, que vai mesclar oportunidades de atividade profissional tanto para jovens, bem como idosos”, afirmou a prefeita, em seu pronunciamento durante o evento que contou também com a presença dos Idosos do Parque da Pessoa Idosa, que estiveram acompanhados da coordenadora Silvanete Mota.

Anúncio do projeto foi feito pela prefeita de Palmas durante audiência da Subcomissão Permanente de Proteção e Defesa da Pessoa Idosa (CASDPI), no plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Tocantins. Foto: Reprodução

A gestora informou ainda que a madrinha do projeto será a entusiasta da Universidade da Maturidade, Gilda Gomes, viúva do poeta e escritor José Gomes Sobrinho, e mãe do senador Eduardo Gomes. Os detalhes do programa serão anunciados em breve.

VEJA TAMBÉM
Prefeita diz que aprovação da LDO é resultado de parceria e diálogo com vereadores

A Audiência

A reunião desta tarde, em Palmas, contou com a presença de, entre outras autoridades, o ex-governador Siqueira Campos, os senadores Romário e Eduardo Gomes, bem como dos deputados federais Tiago Dimas e Dorinha Seabra, além de prefeitos, deputados estaduais e gestores do Estado e de municípios, além de representantes do Ministério da Educação (MEC) e do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos (MMFDH). 

A audiência debateu a educação e cultura para a pessoa idosa. Foram discutidos, entre outros temas, políticas que contemplam os idosos, estratégias para erradicar o analfabetismo dessa faixa etária e o papel das universidades brasileiras, para garantir acesso a programas de aprendizagem ao longo da vida. 

(Com informações da Assembleia Legislativa)