Da redação

Jovem invadiu igreja no momento do culto para ofender fieis. Foto: Reprodução

Uma jovem homossexual, chamada Rebeka Isidoro, invadiu uma igreja evangélica em Fortaleza (CE) no dia 11 de agosto e, indignada, gravou um vídeo que em poucas horas viralizou na internet por todo o Brasil.

Nas imagens a garota diz que voltou à igreja onde foi criada, em defesa da mãe, que supostamente teria sido humilhada por um pastor, fiéis e próprios familiares por ter filhos gays. “Eu sou filha da Rosane Alves Ferreira. Aquela que o pastor Silas, que não está aqui, fez o favor de humilhar e expor ela pra todo mundo, porque ela tem um filho gay”, diz ela no vídeo.

+ “Muito jejum e oração”, diz missionário liberto por Cristo da homossexualidade

+ Marco Feliciano defende ministro homossexual no STF

“Vocês, que escutaram a humilhação que a minha mãe passou e ficaram calados, são um bando de hipócritas e crentes safados. A Igreja é pra pregar o amor, ela não é pra pregar o ódio. Deus é amor, Deus não é julgamento”, finaliza.

VEJA TAMBÉM
Cristão não precisa de horóscopo, diz Papa Francisco ao falar sobre promessas

A atitude foi considerada desrespeitosa por muitos na internet, mas há, por incrível que pareça, quem a defenda. Os fieis, educadamente, não reagiram às ofensas.

Assista:

(Com LeiaAgora)