Da redação

“Precisamos ter respostas convincentes para as denúncias feitas e a melhor forma é ouvir os gestores”, cobra Valdemar Junior. Foto: Divulgação

O plenário da Assembleia Legislativa aprovou na sessão matutina desta quarta-feira, 21, a urgência de um requerimento de autoria do deputado Valdemar Junior (MDB), assinado por outros parlamentares. Ele requer a convocação do secretário da Administração do Tocantins, Edson Cabral, e do diretor do PlanSaúde, Ineijaim José de Brito Siqueira, para prestarem esclarecimentos sobre um áudio que circula nas redes sociais, expondo um suposto esquema de corrupção no órgão.

Para o deputado, os esclarecimentos são necessários e urgentes por serum assunto de extrema importância,por tratar-se de interesse do servidor público do Tocantins e de seus dependentes. “Precisamos ter respostas convincentes para as denúncias feitas e a melhor forma é ouvir os gestores”, cobra Valdemar. A sessão está prevista para a próxima terça-feira, 27, pela manhã, no plenarinho do Poder Legislativo.

+ Júnior Geo busca assinaturas na Assembleia para instaurar CPI do PlanSaúde

+ Após denúncias, TCE abre processo para apurar possíveis irregularidades no Funsaúde e Plansaúde

O Plenário aprovou também a urgência de um requerimento de autoria do deputado Júnior Geo (PROS), solicitando a presença do secretário extraordinário de Parceria Público Privada, Claudinei Aparecido Quaresemin, para prestar esclarecimento sobre o mesmo tema.

VEJA TAMBÉM
DPE vai à Justiça após Estado descumprir decisão e não pagar o Plansaúde

Plansaúde

Plano de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos do Estado do Tocantins (Plansaúde) é responsável pelo atendimento médico, hospitalar, laboratorial e odontológico de 91.039 usuários. É mantido pela contribuição e coparticipação descontada em folha de pagamento do servidor e contrapartida do Estado do Tocantins, cabendo à Secretaria da Administração a responsabilidade por sua gestão. (Penaforte)