Da redação

Um ato de fé e profético foi realizado no evento evangélico em Campo Grande: o pontilhão da Afonso Pena sobre a Avenida Ceará foi abençoado contra suicídios, durante a tradicional Marcha para Jesus, na tarde deste domingo (26) em Campo Grande (MS). Em sua 29ª edição o evento atraiu cerca de 40 mil pessoas, conforme a Polícia Militar.

+Marcha para Jesus em Araguaína deve reunir 20 mil; confira as atrações

+ Pastores alertam sobre música do “Bob”: ‘satanismo e suicídio ao alcance de nossas crianças’

No cruzamento, os fieis fizeram uma oração em nome das dezenas de pessoas que se suicidaram ou tentaram se matar pulando do local. Pedindo pela saúde física e emocional dos campo-grandenses, um pastor do alto de um dos dois trios elétricos que acompanharam a marcha, também pediu a Deus que afastasse os “espíritos suicidas e de morte” do local.

Pontilhão da Avenida Ceará foi abençoado para que novos suicídios e tentativas não ocorram no local. (Foto: Paulo Francis)

Em novembro do ano passado, barras de ferro foram instaladas junto ao guarda corpo de concreto para evitar as sucessivas tentativas de suicídio no local. O endereço foi a principal parada da marcha que teve inicio na Praça do Rádio Clube, esta tarde. Do Centro até a via Parque Parque – onde esta noite acontecem os shows que encerram o evento-, o trajeto durou cerca de uma hora e reuniu centenas de famílias e jovens.

Fieis como Jaqueline da Silva, de 37 anos, que não perde uma edição da marcha. Hoje ela foi acompanhada das filhas de 19 e 10 anos. “É uma alegria enorme que o povo de Deus trás para esse evento e eu venho com minhas filhas para incentivar elas no caminho do bem”, comentou.

Para a empresária Ana Paula Gomes, de 30 anos, a Marcha para Jesus é um momento de lazer para os evangélicos, que é esperado o ano inteiro. “Esse é o nosso momento de diversão. Sabemos que é tranquilo, sem brigas”, conta.

Jaqueline é integrante da igreja Batista Imperial e evangélica a 11 anos. Pelo terceiro ano Gloria Nenerski, de 56 anos, também faz questão de enfrentar o calorão para acompanhar a Marcha para Jesus.

“É muito significativa para mim. É o meu momento com Deus”, completa.

(Com CampoGrandeNews)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here