Da redação

“Não aprovo esse veto que é contra o povo de Palmas”, declarou o vereador Hélio Santana. Foto: Samuel

Na manhã desta quinta-feira, 29, os vereadores de Palmas mantiveram o veto da prefeita Cinthia Ribeiro (PSDB) ao projeto de lei do vereador Filipe Martins (PSC) que proibia a cobrança da tarifa básica de consumo pela concessionária de água (BRK).

Atualmente a tarifa mínima cobrada pela BRK Ambiental é de R$ 45,00 para imóveis residenciais e R$ 105,00 para comerciais.

+ Prefeitura de Palmas atende a diversos requerimentos de autoria do Vereador Hélio Santana

O veto do Executivo foi alvo de muita discussão durante a sessão e poucos vereadores colocaram-se a favor.

“Esse veto vai contra a lei, pois esse projeto passou por várias comissões e por todos os vereadores no plenário até ser aprovado. E de repente o Executivo veta a matéria. Não aprovo esse veto que é contra o povo de Palmas”, declarou o vereador Hélio Santana.

Ao final da discussão foi realizada a votação, que foi secreta, em cédulas de papel. O empate de 8 votos a favor e 8 contrários manteve o veto da prefeita ao projeto, permitindo que a concessionária cobre a tarifa mínima de consumo de água dos consumidores. Três vereadores estiveram ausentes.

(Com assessoria)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here