Redação JM Notícia

Muro subterrâneo evitará fuga por túneis | Foto: CPP Palmas/Divulgação

Para impedir que os presos tentem fugir por túneis, a Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPP) construiu um muro subterrâneo que contorna todos os pavilhões.

A barreira passa corredor externo que separa os pavilhões, contornando a área de banho de sol e a muralha de segurança da unidade. Para esta obra, a a Embrasil Serviços utilizou 116 metros cúbicos de concreto usinado.

O investimento foi de R$ 40 mil, valor que não está previsto no contrato firmado com a Secretaria de Estado de Cidadania e Justiça (Seciju), segundo a firma.

A decisão de construir um muro subterrâneo se dá diante das tentativas frequentes de fuga, onde os detentos escavam buracos e, assim, conseguem acessar a rua. Um dos túneis criados pelos presidiários, por exemplo, contava até com iluminação e ventiladores quando foi descoberto.