Redação JM Notícia

“Prefeitura tem dinheiro pra show, mas não tem pra educação”, critica Claudemir Portugal

O vereador Claudemir Portugal (PPS) denunciou em suas redes sociais nesta segunda-feira (02) a falta de interesse da Prefeitura de Palmas, por meio da secretaria de Educação, em custear a viagem de alunos da rede municipal que são finalistas de uma Feira de Ciências em Santa Catarina. O parlamentar chega a comparar os gastos do Executivo com outros eventos para reclamar da falta de interesse em apoiar os alunos da ETI Luiz Nunes de Oliveira, do Distrito de Buritirana.

A viagem do grupo custará R$ 9.715,00, o destino é Jaraguá do Sul onde acontece a IV Feira Brasileira de Iniciação Científica, onde apenas estes alunos representarão o Estado do Tocantins.

“Palmas é a única cidade do Estado do Tocantins que teve um projeto classificado como finalista”, diz o vereador.

A solicitação do valor foi feita no Ofício de Solicitação Nº 042/2019, de 03 de Março de 2019, e OFÍCIO de Negação Nº 1734/2019/GAB/SEMED, de 27 de Agosto de 2019, segundo o vereador, mas a prefeitura disse não ter dinheiro para este fim.

VEJA TAMBÉM
Terceira via caminha para ser formada em Palmas e pode contar com até dez partidos

“Enquanto isso, a cidade tem: R$ 89.900 mil para um show de Rock; R$ 138 mil para um show de Forró; R$ 150 mil para um show Sertanejo; R$ 170 mil para um show PopRock, e tantos outros que irão acontecer no Festival Gastronômico de Taquaruçu, a partir dessa quarta-feira, 04”, compara o vereador.

+ Léo Barbosa solicita implantação de Colégio Militar em Taquaralto

+ Prefeitura de Palmas inicia hoje à tarde vistoria do Transporte Escolar

“Deixo aqui registrado que nunca fui e não sou contra o Festival Gastronômico do nosso querido e agradável Distrito de Taquaruçu; que acredito na força do Turismo e no enorme potencial na geração de emprego e renda, bem como no fortalecimento da economia da nossa cidade. No entanto, como Presidente da Comissão de Políticas Públicas da Câmara Municipal de Palmas (mesmo licenciado para tratamento de saúde), fiz o compromisso com esse grupo de três alunos e dois professores ao receber a informação de tal fato, que não me calaria diante desse descaso da SEMED para com esses guerreiros e suas famílias”, concluiu.

VEJA TAMBÉM
FMA interdita área de banho na Praia das Arnos para garantir segurança da população

O pedido foi feito em março pelo diretor da escola Ademir Bandeira Silva, pedindo o valor para custear a viagem de um professor, três alunos e uma acompanhante. Mas no dia 27 de agosto a resposta negativa da Prefeitura foi assinada pela Secretária Municipal de Educação, Cleizenir Divina dos Santos.

“Compreendemos a relevância do evento, contudo, não dispomos de processo administrativo para aquisição de passagem aérea e hospedagem, tornando inviável o atendimento da demanda enviada”, diz a resposta da SEMED.

“Estou em tratamento médico, no entanto, não posso me calar diante desta situação”, relatou o parlamentar ao JM Notícia.