Da redação

Vereador Helio Santana com o professor de educação física Willian Duarte (E) e o presidente do Sindicato dos Profissionais em Educação Física, Luciano Silveira. Foto: Divulgação Câmara

Em comemoração ao Dia do Profissional de Educação Física, celebrado no dia 1º de setembro, a Câmara Municipal de Palmas realizou na terça-feira, 3, uma Sessão Solene em homenagem a esses profissionais. Durante a sessão os homenageados receberam medalhas como representação do bom trabalho desenvolvido.

+ Vereador Hélio Santana participou de reunião pública em defesa dos animais

Durante a sessão o vereador Hélio Santana (PV), fez uso da tribuna para parabenizar os profissionais da Educação Física pelos relevantes serviços prestados a comunidade na maneira social e profissional. Na oportunidade, o parlamentar cobrou a valorização e respeito aos profissionais da área, pois os mesmos tem uma grande importância na educação infantil até a terceira idade, orientando, planejando e acompanhando a prática de exercícios físicos de uma pessoa ou um grupo.

Durante a sessão os homenageados receberam medalhas como representação do bom trabalho desenvolvido. Foto: Divulgação Câmara

Na sua fala o parlamentar destacou uma frase da professora Grazielle Dias, que diz: “Educação Física ensina através do corpo o que você não é capaz de dizer com palavras ou explicar em números.”

Segundo Wiliam Duarte, que foi homenageado na sessão solene, a Câmara Municipal de Palmas fez um grande ato a educação realizando a solenidade. “Quero agradecer em nome de todos os profissionais da educação física a homenagem que o vereador Hélio Santana fez, pois professor de Educação física promove saúde e qualidade de vida dentro da escola e em outros ambientes e precisam ser valorizados”, afirmou.

VEJA TAMBÉM
Hélio Santana apresenta requerimento solicitando a construção de praça da 804 Sul

Assim também, o presidente do Sindicato dos Profissionais em Educação Física, Luciano Silveira, falou dos efeitos deste trabalho na saúde das pessoas e sobre a importância dos 21 anos de regulamentação da profissão. “Somos a terceira capital com menor índice de obesidade do Brasil. Fica aqui nosso reconhecimento por esses índices que de fato são reflexo importante na questão de saúde pública, educação e qualidade de vida do palmense”, comentou.