Da redação

O vereador de Palmas-TO, Filipe Martins (PSC) disse que repudia a revista em quadrinho com o tema “Vingadores: A cruzada das crianças” divulgada na Bienal do Livro, no Riocentro. 

Nos quadrinhos, dois homens da saga são namorados e aparecem se beijando –  o livro tem 264 páginas. Para Martins, a história é nitidamente focada para atrair crianças e adolescentes.

+ STF derruba decisão e permite livro com beijo gay na Bienal

+ Pastor Silas detona Globo no caso da Bienal: “apoia crime contra crianças e adolescentes”

“Os pais vão comprar achando que é uma revista pra crianças e dão de cara com isso. São covardes querendo empurrar de todo jeito conteúdo impróprio. Vamos ficar atentos, e apresentarei uma moção de repúdio na Câmara”, disparou.

ILegal e imoral

O vereador de Palmas, lembra que os artigos 78 e 79 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), no Artigo 78 diz que revistas e publicações com material impróprio ou inadequado a crianças e adolescentes devem ser comercializados em embalagem lacrada, com advertência de seu conteúdo. O estatuto também prevê que as editoras devem cuidar para que as capas que contenham mensagens pornográficas ou obscenas sejam protegidas com embalagem opaca.

VEJA TAMBÉM
Comissão de Ética da Câmara vai convidar Campelo a prestar esclarecimentos sobre áudio

O Artigo 79, por sua vez, diz que “revistas e publicações destinadas ao público infanto-juvenil não poderão conter ilustrações, fotografias, legendas, crônicas ou anúncios de bebidas alcoólicas, tabaco, armas e munições, e deverão respeitar os valores éticos e sociais da pessoa e da família.”