Da redação

Neste domingo, 15, através de um vídeo postado nas redes sociais, o vereador Filipe Martins (PSC) denunciou e pediu providências quanto à má qualidade da água distribuída pela BRK Ambiental.

+ Na Assembleia, deputados criticam BRK Ambiental: “promove o sofrimento ao povo do Estado”

Em sua residência, o vereador de Palmas mostra a água saindo da torneira com uma cor marrom. Quando colocada no copo, a situação chama mais atenção e causa revolta e preocupação.

+ Vereador Filipe Martins repudia conteúdo sexual de revista em quadrinhos: “covardes”

Filipe Martins diz que é inaceitável pagar indevidamente a tarifa mínima e ainda sofrer com as consequências como diarreia e outras doenças que a população pode contrair tomando uma água imprópria para o consumo.

“A má qualidade é notável, uma água de cor imprópria e contaminada. Sabemos que uma das principais formas de como saber se a água é limpa é identificando se ela se encontra incolor, o que não é o caso. Só pensam em roubar do contribuinte fornecendo um serviço de péssima qualidade” diz o vereador.

VEJA TAMBÉM
Vereador Filipe Martins homenageia nordestinos na Câmara de Palmas

Essa não é primeira reclamação sobre a mudança da coloração da água que sai das torneiras em Palmas. Uma moradora da capital, também fez gravação relatando o problema, além da falta de água. Veículos de comunicação do estado também já mostraram casos semelhantes.

Luta em favor do consumidor

O vereador Filipe Martins é autor do projeto de lei de nº 150, de 17 de outubro de 2017, que tem por objetivo proibir a concessionária prestadora de serviços de fornecimento de água de cobrar tarifa mínima de consumo, ou adotar outras práticas similares.

Para o vereador, os palmenses devem pagar apenas o que consomem. Mas, a BRK Ambiental emite cobrança mínima com base em 10m³ de água, mesmo que o quantitativo seja inferior. Atualmente a tarifa cobrada pela BRK Ambiental é de R$ 45 para imóveis residenciais e R$ 105 para comerciais.

Apesar de ter sido vetado pelo Executivo Municipal, o vereador disse que a luta continua e que busca maneiras de reapresentar o projeto e barrar a cobrança.

VEJA TAMBÉM
Vereador Filipe Martins prestigia 2ª edição do ‘Aviva Almas’