Da redação

O Plano trará uma análise de diagnóstico de oferta somado a diretrizes estratégicas para o fomento ao setor. Foto: Divulgação

Foi dado o ponta-pé inicial para a construção do Plano de Desenvolvimento Territorial do Turismo, que norteará as ações do setor nos próximos 10 anos. O encontro aconteceu na noite dessa segunda-feira, 16, na sede do Conselho Deliberativo do Sebrae, e contou com a presença dos técnicos da Prefeitura de Palmas, Sebrae – TO, Lumini Soluções em Turismo (consultoria contratada) e representantes do trade turístico da Capital.

O Plano, que trará uma análise de diagnóstico de oferta somado a diretrizes estratégicas para o fomento ao setor, é uma iniciativa do Sebrae Tocantins, em parceria com a Prefeitura de Palmas, por meio da Agência Municipal de Turismo (Agtur), dentro do Projeto de Estruturação Turística de Taquaruçu.

Durante o encontro foram apresentados os técnicos que estarão à frente da construção do documento, e quais serão as metodologias de trabalho, e o planejamento estratégico para obtenção de um plano mais fidedigno com a realidade da Capital. O documento deverá ser elaborado de forma participativa com os atores da cadeia de turismo de Palmas, devendo ser validado pelo Conselho Municipal de Turismo.

Além do planejamento participativo, os demais princípios metodológicos que norteiam o trabalho são: planejamento estratégico voltado ao mercado turístico, desenvolvimento sustentável e planejamento integrado.

O Plano de Desenvolvimento Territorial do Turismo é um instrumento de planejamento que tem o objetivo de orientar o crescimento do setor no Município, estabelecendo as bases para a definição de ações, as prioridades e a tomada de decisão. É um documento técnico de gestão, coordenação e condução das decisões da política turística e de apoio ao setor privado, de modo a direcionar os investimentos e melhorar a capacidade empresarial e o acesso ao mercado.

VEJA TAMBÉM
Rogério Ramos toma posse no Sebrae TO e fala em ampliar e fortalecer projetos turísticos na Capital

+ Para potencializar turismo, Governo pretende manter o Tocantins na rota do Sertões

O público-alvo deste processo de planejamento da atividade turística no Município de Palmas são os representantes de entidades do trade turístico, do setor público, iniciativa privada e terceiro setor, havendo um equilíbrio entre as forças envolvidas na atividade turística, a fim de elaborar o documento técnico e eficiente.

“Precisamos de pessoas que se interessem pelo turismo e que estão dispostas a debater os rumos da atividade no município”, destacou a analista técnica do Sebrae – TO, Ana Flávia Macedo.

O gerente do Sebrae – TO, Antonio Cursino, esclarece que essa etapa é mais uma ação de meta de entrega do Projeto de Estruturação Turística de Taquaruçu. “Essa etapa do projeto precisa ser feita em conjunto com a sociedade e poder público, e nós do Sebrae temos que agradecer a parceria com a Prefeitura de Palmas que, juntamente com o Sebrae, tem gerido muito bem esse projeto, e agora temos que expandi-lo para Palmas, que já vem se destacando no turismo de negócio. É importante agora ter esse documento que vai direcionar as ações do turismo na Capital”, esclareceu o gerente.

A diretora de estruturação turística da Agtur, Ana Rúbia Macedo, ressalta a importância do Plano de Turismo como um documento norteador das ações que serão implantadas na cidade nos próximos 10 anos, e a importância do turismo no desenvolvimento da Capital. “Queremos que o turismo seja a mola mestra propulsora do desenvolvimento. O que vem acontecendo em Taquaruçu e Taquaruçu Grande é um grande exemplo que queremos expandir para o centro da cidade, e hoje estamos presenciando um momento histórico ímpar, unindo a parceria do setor privado para oportunizar a construção de um documento que vai ser o norteador do turismo na Capital”, ressaltou a diretora.

VEJA TAMBÉM
Evangélicos caem em golpe em caravana religiosa

Para a consultora de Desenvolvimento Turístico da empresa que coordenará a construção do Plano, Vanessa Leal, é importante não apenas a expertise da empresa que já possui experiência em construção de plano em destinos turísticos consolidados, como o de Pirenópolis (GO). “Cada novo trabalho é um desafio, e a participação de todos é importante para um Plano que realmente represente o anseio da cidade. Temos que nos conectar com quem faz o turismo acontecer em Palmas”, finalizou

Oficinas

Os trabalhos continuam até esta quarta-feira, 18, e as oficinas irão realizar uma análise Swot das ações e direcionamento e segmentação das atividades turísticas do Plano. Esta é a primeira ação efetiva do Plano, que tem data prevista para ser entregue em dezembro.

Serviço

Quando: 17 a 18 de setembro

Horário: das 08h30 às 18h

Onde: Conselho Deliberativo do Sebrae, na 104 Norte rua NE 1, conj, Lote 31.

Como participar: Basta confirmar presença preenchendo o link de inscrição http://bit.ly/turismopalmasmais10