Da redação

A principal organização militar da República do Irã informou que planeja destruir Israel.

“Não é mais um sonho, mas uma meta alcançável”, disse o general da divisão Hosein Salami, comandante em chefe dos Guardiões da Revolução, na segunda-feira.

+ Terremoto em Israel é sinal da chegada do Messias, diz rabino

+ Israel pede apoio do Brasil contra Irã em encontro sigiloso no Itamaraty, diz jornal

Após os primeiros 40 anos “da Revolução Islâmica, conseguimos atingir a capacidade de destruir o regime sionista” e, “na segunda fase (da Revolução), esse regime sinistro deve ser apagado do mapa e isso não é mais um ideal ou sonho, mas uma meta  alcançável ”, disse o general Salami, citado por Sepahnews , o portal oficial dos Guardiões.

Os militares fizeram essas declarações em Teerã em uma reunião bienal dos comandantes dos Guardiões, em um contexto em que vários observadores temem que a escalada de tensão entre Teerã e Washington e seus aliados se degenerem em um conflito no Oriente Médio, segundo o La Nación. .

VEJA TAMBÉM
Pastor Farshid Faith é libertado após cinco anos preso no Irã

A hostilidade do Irã contra Israel é uma constante na política iraniana desde a Revolução Islâmica de 1979. Teerã apóia abertamente grupos armados palestinos como o Hamas e a Jihad Islâmica, bem como o Hezbollah libanês, inimigo de Israel na fronteira norte.

(Com CBN)