Da redação JM

Pastor Silas “descascou” parcialidade da emissora após ataque a evangélicos. Foto: EdiçãoJM

No próximo domingo, 06, o Brasil vai eleger os conselheiros tutelares que vão trabalhar pelos próximos quatro anos em prol dos direitos das crianças e dos adolescentes. Esta será a última etapa de um longo processo seletivo que teve início no mês de abril.

+ Igreja alerta fieis para eleição do Conselho Tutelar: “É importante ter pessoas com compromisso com Deus”

A Igreja Universal já convocou seus fieis a valorizarem a eleição e irem às urnas escolher candidatos que tenham compromisso com Deus. Do outro lado o grupo Globo utilizou seu canal na internet para criticar e preconceituosamente atacar evangélicos que buscam vagas nos conselhos.

Leia trecho da matéria: “As eleições são abertas a todos os eleitores. Como o voto é facultativo, candidatos apoiados por organizações capazes de engajar eleitores, como igrejas, saem na frente. A ofensiva preocupa entidades de defesa de direitos de crianças e adolescentes, que temem a transformação dos órgãos em instâncias religiosas e em trampolins políticos“.

Contra essa investida da Globo levantou-se a voz do pastor Silas Malafaia.

VEJA TAMBÉM
Governo Federal dá R$ 28,6 milhões para escolas de samba promoverem a depravada “festa da carne”

No Twitter, o pastor criticou a parcialidade da Globo em focar somente os evangélicos sendo que já outros segmentos, como os ativistas gays e partidos de esquerda, que tentam ganhar e se infiltrarem nos Conselhos.