Da redação JM

“Isso me incomoda. As vezes eu percebo um jornalismo militante. Tem que ser isentos e imparciais”, disparou Lacombe

A imprensa em sua maioria do país não busca outra pauta a não ser aquela que agrade seus jornalistas militantes e oposicionistas ao Governo. O jornalismo sério não deve ser militantes, ao contrário, trabalha em prol da sociedade e cumpre seu papel democrático cobrindo a agenda política sem vieis ideológico – o que não tem acontecido no país.

A grande mídia todo o dia foca em seus noticiários, usando as vezes até mesmo de fake news, boletins contra o governo Bolsonaro. Deste, recebem críticas duras e então se manifestam como se fossem os certos.

Dois jornalistas, Luís Lacombe e Alexandre Garcia, criticam essa postura e defendem uma atuação mais profissional e séria da imprensa no Brasil.

Assista abaixo: