Da redação

Secretário-geral admite que fiscais aplicaram multas que cabem revisão. Foto: Reprodução

O secretário-geral da Receita Federal, José Tostes, afirmou para Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ), da bancada evangélica da Câmara, que identificou uma penca de exageros cometidos por fiscais em multas aplicadas a entidades religiosas, que volta e meia declaram guerra ao leão. A informação é da coluna Radas, de O Globo.

Secretário-geral da Receita, José Tostes, nº 1 da Receita Federal do Brasil. Foto: Reprodução

+ Bancada Evangélica se reúne com Receita Federal para tratar sobre tributação de Igrejas

+ Receita Federal pode inativar CNPJ de muitas igrejas em 2019; entenda

Tostes avisou que será publicado no Diário Oficial até meados de novembro um conjunto normativo para deixar claro quais são as regras tributárias para igrejas.

Na prática, isso permitirá que as entidades tenham milhões em multas revistos pela Receita.