Da redação

Sargento Américo Cama morreu após ser baleado por criminosos — Foto: Arquivo Pessoal

O sargento Américo Gama, de 53 anos, morreu após uma troca de tiros com uma quadrilha suspeita de explodir um posto de atendimento bancário na região de Pequizeiro. A explosão foi registrada na madrugada desta sexta-feira (1º), por volta das 3h. Os criminosos teriam usado explosivos para abrir um buraco na parede do prédio e depois para explodir um cofre.

A PM informou que o policial morreu durante uma operação realizada na região para prender os suspeitos desse crime, por volta das 11h30 desta manhã. O policial chegou a ser socorrido, mas morreu no hospital de Araguacema.

Sargento Américo Gama ingressou na PM em março de 1992 como aluno soldado, sendo promovido à atual graduação em abril desde ano. Atualmente estava trabalhando na Companhia de ROTAM do Batalhão de Choque. Ele deixa mulher e quatro filhos.

“O Comando Geral da PM e toda a família policial militar do Estado do Tocantins lamenta profundamente a perda deste grande profissional e se solidariza com familiares e amigos, rogando a Deus que conforte o coração de todos, visto ser uma imensa perda institucional e para a sociedade tocantinense”, informou a PM em nota.

VEJA TAMBÉM
MPTO denuncia dois vereadores de Pequizeiro e um advogado por contratação irregular de escritório

A polícia disse que continua a operação na tentativa de prender os membros dessa quadrilha.

(Com G1 TO)