Da redação

“Temos a indicação de um concurso para mil vagas, quando na verdade, a necessidade supera quatro mil”, disse o deputado que quer celeridade no concurso. Foto: Reprodução

Após o anúncio de um novo certame da Polícia Militar do Tocantins com mil vagas, o deputado estadual Prof. Júnior Geo (PROS) utilizou a tribuna nesta semana, para solicitar informações sobre o cronograma com as etapas detalhadas do concurso. Na ocasião, o parlamentar também solicitou novamente informações sobre o certame da Assembleia Legislativa do Tocantins (AL-TO). 

+ Prof. Júnior Geo solicitou o concurso da PM e comemora anúncio de mil vagas

“Temos a indicação de um concurso para mil vagas, quando na verdade, a necessidade supera quatro mil. Temos um concurso para mil vagas, quando nós temos mais de 50 municípios do estado sem um policial sequer. O aumento do efetivo da polícia militar é uma necessidade imediata para que a sociedade possa ser prestigiada com segurança pública”, destacou Geo.

O parlamentar também ressaltou a importância de planejamento por parte da gestão para que a situação da segurança pública no estado seja solucionada. “Espero que este concurso ocorra com celeridade. Porém, mil vagas não atendem a necessidade do Estado. É preciso planejamento para que o quantitativo de policiais possa atender às demandas da sociedade”, disse.

VEJA TAMBÉM
Júnior Geo cobra da Prefeitura de Palmas aplicação de recursos na prevenção contra as drogas

Assembleia Legislativa do Tocantins

Geo também apresentou outros dois requerimentos que solicitavam informações sobre o concurso da Assembleia. Desde o início de seu mandato, essa é a terceira solicitação formal feita pelo parlamentar buscando respostas por parte da presidência da Casa de Leis. Até o momento, não houve resposta a essas solicitações.

“Peço que vossa excelência dê celeridade ao concurso e espero que possa ser concretizada a promessa de que em 2020 ele acontecerá”, afirmou Júnior Geo ao direcionar a fala para o presidente da AL-TO, Antônio Andrade (PTB).