Da redação

Daniel (à direita) ao lado do pastor Anderson Foto: Reprodução

A Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo investiga se houve fraude no registro de nascimento de um dos filhos da deputada federal Flordelis dos Santos (PSD) com o pastor Anderson do Carmo, assassinado em junho. Daniel dos Santos de Souza, de 21 anos, sempre foi apresentado como o único filho biológico do casal. No entanto, após o crime, foram levantadas suspeitas de que o rapaz é adotado. A informação, segundo o Extra, foi dada em julho pela mãe de Anderson, Maria Edna do Carmo, em depoimento à DH, que também apura a morte do pastor.

+ Flordelis é suspeita de fraudar carta em que filho confessa morte de pastor

+ Filho de Flordelis vai a júri popular por participar de morte de pastor

A polícia conseguiu localizar uma mulher que afirma ser mãe biológica de Daniel. Ela relatou que concordou em entregar o filho para Flordelis, pois não tinha condições de cuidar do menino. A mulher relatou , no entanto, ter tentado contato com o filho posteriormente, mas afirma ter sido impedida. Como revelado em setembro, Daniel nunca foi adotado pelo casal e foi registrado como se fosse filho de ambos.

Na Certidão de Nascimento de Daniel consta que ele nasceu em casa. A mulher que afirma ser mãe do rapaz contou à polícia que ele nasceu em uma maternidade em Senador Camará, na Zona Oeste do Rio, que já fechou as portas.

Registrar o filho de outra pessoa como seu é crime previsto no Código Penal. A pena para o delito é de dois a seis anos. Flordelis foi eleita deputada federal no ano passado, com quase 200 mil votos, tendo como uma das bandeiras a desburocratização da adoção no Brasil. Procurada, a assessoria de imprensa da deputada afirmou que ela não comentaria as informações sobre Daniel.

Flordelis é investigada pela DH por suspeita de participação na morte de seu marido, o pastor Anderson do Carmo. Dois filhos da deputada – Lucas Cézar dos Santo e Flávio dos Santos Rodrigues – já são réus pelo crime.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here