Da redação JM

Marco Feliciano disse, comentando a informação, que o presidente Bolsonaro é um homem de palavra

Jair Bolsonaro disse a lideranças evangélicas que, durante a recente viagem ao Oriente Médio, percebeu uma receptividade melhor do que esperava à ideia de transferir a embaixada brasileira em Israel de Tel Aviv para Jerusalém. A informação foi dada durante entrevista à Crusoé.

+ Bolsonaro reafirma compromisso de embaixada brasileira em Jerusalém

A evangélicos, o presidente afirmou que a mudança para Jerusalém é apenas uma questão de “timing”.

Promessa

A mudança da embaixada para Jerusalém foi promessa de campanha de Jair Bolsonaro, mas até agora o presidente ainda não deu nada por definitivo.

Ainda em janeiro de 2019, o deputado federal Takayama falou ao JM Notícia sobre a possibilidade de o Governo não realizar essa mudança.

VEJA TAMBÉM
EUA reconheceram Jerusalém como capital de Israel, provocando críticas internacionalmente

O deputado pastor Takayama, que era líder da Frente Evangélica na Câmara dos Deputados, afirmou que toda bancada evangélica e católica tem a convicção de que a mudança deve ser realizada, mas que motivado por “questões práticas” apontadas pela equipe de governo, Bolsonaro poderia não mais realizar a transferência.