Da redação

Vanda Monteiro comemorou a aprovação destacando a importância da quebra do ciclo da violência por meio do emprego e da educação.

O projeto de lei que garante as vítimas de violência doméstica e familiar no Tocantins a prioridade de encaminhamento em cursos profissionalizantes e vagas de emprego é de autoria da deputada estadual Vanda Monteiro (PSL). O documento foi aprovado por unanimidade na Assembleia Legislativa durante a sessão desta quinta-feira, 28.

Vanda Monteiro comemorou a aprovação destacando a importância da quebra do ciclo da violência por meio do emprego e da educação.

“Esse projeto é um apoio a todas as ações realizadas no âmbito do Estado do Tocantins e vai garantir às vítimas liberdade financeira e empoderamento”.

O projeto segue para sanção do Governo do Tocantins.

Violência contra a mulher

Quase 30 mil mulheres foram vítimas de violência doméstica em apenas 15 meses no Tocantins. Só em Palmas foram registrados mais de 8 mil casos. Os dados foram colhidos pela Defensoria Pública e Secretaria de Segurança Pública do Estado entre os meses de janeiro de 2018 e março de 2019. Durante este período foram registradas 25 mortes. Do total, seis casos são investigados como feminicídio.