Eudes Assis, presidente da Agência de Turismo de Palmas – Foto: Divulgação

Com a finalidade de apresentar e receber novas propostas para a finalização do Plano de Desenvolvimento do Turismo de Palmas, a Prefeitura Municipal de Palmas, por meio da Agência Municipal de Turismo (Agtur), e o Sebrae Tocantins, dentro do Projeto de Estruturação Turística de Taquaruçu, realizaram uma audiência pública para apresentação da primeira proposta documento. O evento aconteceu nesta sexta, 29, na sede do Sebrae Tocantins.

Durante o evento, os representantes da empresa contratada para elaboração do plano, Lumini Soluções em Turismo, apresentaram a proposta já estruturada do plano, com as primeiras análises de diagnóstico de oferta somado a diretrizes estratégicas para o fomento ao setor, obtidos por meio de oficinas, analises documentais, e entrevistas com representantes do poder público e trade turístico.

O presidente da Agtur, Eudes Assis, no seu pronunciamento lembrou o início da construção da cidade, ressaltando os potenciais turístico da cidade, ressaltando que com o plano agora, será possível potencializar esses potencias turísticos de forma estruturada, para obter melhores resultados. “Com a contribuição de todos aqui, queremos sair daqui com um plano que possa nos representar, para que Palmas seja referência de turismo no Brasil”, disse o presidente.

VEJA TAMBÉM
Em vídeo, Amastha aborda o IPTU, e diz que gestão está aberta para atender os contribuintes

Para a consultora de Desenvolvimento Turístico da empresa que coordena a construção do Plano, Vanessa Leal, é importante a expertise da empresa que já possui experiência em construção de plano em destinos turísticos consolidados, como o de Pirenópolis (GO). “Este plano é uma síntese de esforços com todo o trade turístico, queremos fazer um plano que vocês possam se orgulhar, e que possa ter realmente a cara de Palmas, por isso a contribuição de todos é indispensável”, ressaltou.

O gerente do Sebrae – TO, Antonio Cursino, ressalta a importância do plano para o turismo na Capital, lembrando que a participação de todos é fundamental para um plano que realmente possa ser colocado em prática. “É importante agora ter esse documento que vai direcionar as ações do turismo na Capital”, ressaltou o gerente.

O Plano

O Plano de Desenvolvimento Territorial do Turismo é um instrumento de planejamento que tem o objetivo de orientar o crescimento do setor em Palmas, estabelecendo as bases para a definição de ações, as prioridades e a tomada de decisão. É um documento técnico de gestão, coordenação e condução das decisões da política turística e de apoio ao setor privado, de modo a direcionar os investimentos e melhorar a capacidade empresarial e o acesso ao mercado.

VEJA TAMBÉM
Em Palmas, contratos de painéis de trânsito podem ser cancelados a pedido dos Ministérios Públicos Estadual e de Contas

A construção do documento acontece de forma participativa com os atores da cadeia de turismo de Palmas, devendo ser validado pelo Conselho Municipal de Turismo. Além do planejamento participativo, os demais princípios metodológicos que norteiam o trabalho são: planejamento estratégico voltado ao mercado turístico, desenvolvimento sustentável e planejamento integrado.

Participam da construção do plano os representantes de entidades do trade turístico, do setor público, iniciativa privada e terceiro setor, havendo um equilíbrio entre as forças envolvidas na atividade turística, a fim de elaborar o documento técnico e eficiente.