Vereador Milton Neris (PP)

Durante sessão ordinária de terça-feira, 3, o vereador Milton Neris (Progressistas) usou a tribuna para relatar sua indignação com a suspensão dos serviços no Posto do Instituto de Identificação dentro do Resolve Palmas, em Taquaralto, região Sul da Capital. O Posto foi inaugurado há um dia, na segunda-feira, 02.  

Neris lembrou que o espaço irá atender cerca de 40% da população da Capital, facilitando a emissão e retirada da carteira de identidade com a união de vários serviços para facilitar a vida da população. “A suspensão do Instituto de Identificação dificulta o acesso da população aos serviços, visto a distância de Taquaralto à sede de Instituto, que fica no centro de Palmas, quase na região Norte”, observou.  

Conforme o gabinete da prefeita Cinthia Ribeiro, o Posto foi inaugurado sem a assinatura do termo de cooperação entre o Estado e a Prefeitura, o que para o vereador é incoerente visto que outras empresas operam no Resolve Palmas sem o termo. “A BRK que é uma empresa que cobra o serviço mais caro do país, que ignora solicitação de esclarecimentos do Parlamento e inclusive da Prefeitura, está no Resolve Palmas sem convênio, no qual está atrasada há anos mas não teve seus serviços suspensos no local. Precisamos analisar o que está acontecendo”, analisou Neris.

VEJA TAMBÉM
Sine de Palmas oferece mais de cem vagas nesta sexta-feira; Confira

O parlamentar ressaltou que o Instituto é um complemento dos serviços fornecidos para a população e de grande importância para todos da região e pediu que a prefeita reveja a decisão em fechar o Posto. “Peço que a prefeita venha rever esse ato em retirar da população sul um serviço tão importante como esse que faz diferença e facilita a vida dos palmenses”, finalizou.