Da redação JM

Pastor criticou deputada pela incoerência durante depoimento na CPI da FakeNews. Foto: Edição JM

A deputada Joice Hasselmann, do PSL, prestou depoimento nesta quarta-feira (4) na CPI das Fake News. Ela acusou os filhos do presidente Bolsonaro de comandarem uma rede de ataques virtuais.

Joice Hasselmannn falou para um plenário lotado, tanto de aliados do presidente Jair Bolsonaro quanto de parlamentares de oposição.

+ Felipe Neto terá que gravar vídeo pedindo desculpas por chamar Malafaia de explorador de fiéis

A deputada levou imagens, áudios e vídeos para tentar mostrar a existência de uma estrutura que, segundo ela, foi montada com apoio do governo, chamada de “gabinete do ódio”, usada para espalhar mensagens falsas contra desafetos da família Bolsonaro.

Críticas

Nas redes sociais as críticas à participação da deputada ficaram em destaques. O pastor Silas Malafaia, apoiador do governo, foi um dos que criticou.