Da redação

Na tarde da última segunda-feira,9, o pevista Hélio Santana participou da cerimônia de entrega de equipamentos para um laboratório de informática no Parque da Pessoa Idosa Francisco Xavier de Oliveira. A abertura do evento teve como atração a apresentação das crianças do grupo Tamandalata, da Escola de Tempo Integral Almirante Tamandaré.

Segundo o parlamentar, os equipamentos doados para Palmas serão de grande importância para democratizar o acesso às tecnologias da informação, facilitando os serviços e atendimentos virtuais e acesso a cursos. “Tenho toda certeza de que essas atividades vão inserir os nossos idosos na sociedade da informação, tendo a oportunidade de aprender e evitando a vulnerabilidade a golpes” Pontuou Santana.

“A cidade de Palmas passa a ser referência dos nossos projetos voltados aos idosos. Só vi cinco municípios brasileiros com um espaço de vivência como esse e com tantas atividades voltadas a dar qualidade de vida aos nossos idosos”, afirmou o Secretário Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa (SNDPI), Antônio Costa.

VEJA TAMBÉM
Vereador Helio Santana parabeniza senador Siqueira Campos pelo aniversário

O evento contou com a presença de mais de 100 idosos, da prefeita de Palmas Cinthia Ribeiro, do reitor da Universidade Católica de Palmas (Unicatólica), Padre Helenes de Oliveira e da Secretária de Desenvolvimento Social, Valquíria Rezende, onde os mesmo assinaram um termo de cooperação técnica, em que o Município de Palmas disponibiliza o espaço físico, equipamentos de informática (entregues na cerimônia) e material de expediente para que os alunos do curso de Sistemas de Informações possam desenvolver as aulas de informática para os idosos.

O espaço para implantação do laboratório de informática, também inaugurado, passa a contar com 10 computadores, 10 webcams, uma impressora e um projetor de imagem, recebidos pelo programa ‘Viver – Envelhecimento Ativo e Saudável’, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH).

O programa

O Programa ‘Viver – Envelhecimento Ativo e Saudável’ já foi implantado em mais de 30 municípios brasileiros e sua meta é atingir 100 municípios ainda em 2019. A adesão ao programa é voluntária e a existência de um Conselho Municipal de Direitos da Pessoa Idosa em plena atividade é uma prerrogativa para a aceitação do Município.