Da redação

No primeiro ano do mandato, o vereador Rogério Santos, usou a tribunal na última Sessão Ordinária (12), para apresentar um balanço dos Requerimentos e Projetos de Lei de sua autoria em beneficio da população de Palmas. Foram 46 Requerimentos e 20 Projetos de Lei, além de vários pedidos para realização de Sessões Solenes, Reuniões e Audiências Públicas. 

+ Lei do vereador Rogério Santos estimula os homens a lutarem pelo fim da violência contra as mulheres

O vereador destacou em sua fala, duas Leis sancionadas pelo Executivo Municipal. “Apresentamos nesta Casa, dois Projetos que hoje já é Lei no município, a Campanha do Laço Branco e o Programa AmeMais, que visa a conscientização da guarda responsável dos animais domésticos. Também aprovamos ontem, os Projetos de Lei que trata do dia do obreiro evangélico e a fixação  de placas indicativas com os telefones dos Conselhos Tutelares de Palmas, é claro que esses projetos seguem para sanção do Executivo”.

Na ocasião, o vereador Rogério Santos apresentou Requerimento que cria a Frente Parlamentar em defesa da criança, adolescência e juventude e enfatizou o Projeto de Lei que institui o dia do Saiba Dizer Não. “Muitos jovens são vítimas de bullying, automutilação e vícios e queremos com esse projeto conscientizar a juventude que é possível dizer não a esses problemas e não se influenciar”, ressaltou.

VEJA TAMBÉM
Aprovado projeto de lei que estimula homens a combater a violência contra a mulher

No discurso, Rogério Santos destacou a realização da primeira Sessão Solene da Câmara Municipal de Palmas em homenagem ao Dia do Pastor, evento que contou com a participação de diversas lideranças evangélicas do município, destacando a importância do evangelho no parlamento.

O vereador agradeceu a atenção e o cuidado da prefeita Cinthia Ribeiro e das secretarias, e de todos os Pares, servidores do legislativo e do executivo e da população que acredita no seu mandato. A última Sessão Ordinária de 2019 da Câmara Municipal de Palmas foi marcada por agradecimentos. Segundo o Regimento Interno, o recesso parlamentar começa 16 de dezembro e retoma as atividades em 05 de fevereiro de 2020.