Da redação JM

Cerca de 1,6 milhão de pessoas já assinaram a petição contra filme do Porta dos Fundos. O polêmico longa, que zomba da fé dos cristãos, foi lançado em 3 de dezembro, e tem recebido milhões de críticas pelo ato de blasfêmia.

Assine também no link a seguir: LINK

Para quem ainda não entende o que está acontecendo: O filme do Porta dos Fundos, A primeira tentação de Cristo, traz Jesus mantendo um relacionamento homoafetivo, e Maria, mãe de Jesus, consumindo drogas.

+ Bispo pede que fiéis cancelem Netflix em retaliação a especial de Natal

Líderes evangélicos de todo o páis já manifestaram repúdio. Políticos também se manifestaram contra esse desrespeito. Convenções de igrejas evangélicas e líderes católicos repugnaram o grupo humorístico. Até entidade muçulmana se posicionou contra o grave desrespeito aos cristãos.

Além da petição no link acima, há diversas outras petições, com números menores, pedindo que a Netflix tire o especial do ar.

O ator e produtor do Porta dos Fundos, Fábio Porchat, respondeu as críticas em seu Twitter, da seguinte forma.

VEJA TAMBÉM
Porta dos Fundos escarnece Natal e MPF diz "tudo bem". Confira

Gente, pode deixar que eu me resolvo com Deus, tá de boas, não precisa se preocupar não. Agora pode voltar a se indignar com a desigualdade que destrói nosso país. Mas tem que se indignar com o mesmo fervor, tá?“, disse.