Da redação

A estudante do ensino médio, Ana Cecília Ávila Bastos, 17 anos, nunca havia plantando uma árvore na vida. Fotógrafo: Luciana Pires

Cuidar e preservar o meio ambiente, essa foi a ação desenvolvida na tarde desta terça-feira, 20, no entorno do Estádio Nilton Santos pelos jovens aprendizes da Rede Nacional de Aprendizagem, Promoção Social e Integração (Renapsi) que atuam nas diversas secretarias da Prefeitura da Capital. A atividade diferente da rotina desses jovens faz parte do projeto Muda Clima que é desenvolvido pela Fundação de Meio Ambiente (FMA) em parceria com a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Seisp) e o Instituto de Planejamento Urbano de Palmas (Ipup) e tem como objetivo preservar e promover a biodiversidade, reduzindo os efeitos das mudanças climáticas.

+ Projeto de Lei de Rogério Santos institui Semana Municipal da Juventude em Palmas

De acordo com a presidente da FMA, Meire Carreira. A finalidade do projeto é arborizar a cidade e fazer com que o clima melhore. “Estamos fazendo um chamamento, queremos envolver a população em geral para que possamos plantar e cuidar do meio ambiente. Hoje a conscientização foi com os jovens, pois no futuro eles terão uma cidade mais arborizada com muita qualidade de vida. Plantar uma árvore é plantar uma vida”, disse.

A diretora do Resolve Palmas, Rosângela Lara Gomes, ressaltou a importância deste projeto junto às atividades que são desenvolvidas diariamente pelos jovens. “Participar de ações como essas trazem valores e noções de cidadania, para que esses jovens se tornem, além de bons profissionais, seres humanos mais conscientes. Plantar uma árvore é como o início da carreira no mercado de trabalho, exigi cuidados assim como com o meio ambiente”, ressaltou.

Para a gerente do polo Tocantins da Renapsi, Patricia Lucena, atividades como essas servem para conscientizar os jovens para um futuro melhor, para um clima melhor. “O intuito é mobilizar, sensibilizar, nossos jovens. Fortalecendo o que aprendem para poder colocar em prática e que levem os ensinamentos para casa. Que possam plantar mudas de árvores lá também”, destacou.

A estudante do ensino médio, Ana Cecília Ávila Bastos, 17 anos, nunca havia plantando uma árvore na vida. “Essa é a primeira vez que eu planto uma muda. Estou muito feliz, porque no futuro quando essa árvore crescer ela vai ajudar o meio ambiente e refrescar nossa cidade que é muito quente”, disse.

Já o estudante de engenharia civil, Kleyton Silva, 21 anos, disse que plantar uma árvore vai mudar o clima, como diz o nome do projeto. “Daqui uns anos essa área vai estar toda arborizada e o clima vai estar melhor. Arborizar a cidade vai ajudar a melhorar a sensação térmica”, ressaltou.

Durante a ação foram plantadas mais de 1000 mudas de árvores frutíferas e típicas do Cerrado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here