Da redação

A transferência da embaixada é uma promessa de campanha do presidente

O presidente Jair Bolsonaro disse hoje (17) que vem conversando com líderes árabes para explicar o objetivo de transferir a representação diplomática do Brasil em Israel para Jerusalém. Atualmente, a embaixada do Brasil no país fica em Telaviv.

+ (VÍDEO) Bolsonaro declara ‘aceitar Jesus’ em culto com pastores no Palácio do Planalto

“Inauguramos o nosso escritório de negócios em Jerusalém. Venho conversando com líderes do mundo árabe, estamos trabalhando para atingir o nosso objetivo. Não basta um compromisso apenas de campanha, devemos fazê-lo de modo que todos entendam o seu real objetivo. O meu é lealdade a Deus”, disse o presidente durante culto de ação de graças no Palácio do Planalto. Participaram da cerimônia diversos ministros, além de parlamentares e pastores evangélicos de várias denominações evangélicas. O evento contou com a participação de coral, orquestra e banda de música que se revezaram com canções gospel e orações.

A transferência da embaixada é uma promessa de campanha do presidente, mas esbarra em resistência de países islâmicos, que ocupam a 3ª posição entre os principais importadores de produtos agrícolas brasileiros. Em 2018, as exportações para essas nações somaram US$ 16,4 bilhões em 2018. A cidade de Jerusalém está no centro de confrontos e disputas entre palestinos (islâmicos) e israelenses (judeus), pois ambos reivindicam o local como sagrado. Além disso, a região de Jerusalém Oriental é considerada como capital de um futuro estado palestino.

+ Embaixada em Jerusalém é ‘questão de tempo’, diz Bolsonaro

Para evitar o agravamento da situação, os países consideram Tel Aviv como a capital administrativa de Israel, onde ficam as representações diplomáticas internacionais. Mesmo assim, em dezembro de 2017 o governo de Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, anunciou a decisão de transferir a embaixada do país de Tel Aviv para Jerusalém.

Esta semana, o governo brasileiro inaugurou um escritório em Jerusalém para fortalecer a parceria com o país nos temas de inovação, tecnologia e investimentos. O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, o embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shelley, além do deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, estiveram no evento. Em uma postagem no Twitter, Eduardo disse que a inauguração do escritório seria o primeiro passo para a transferência da embaixada brasileira para a cidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here