Arqueólogos encontram rocha que pode estar ligada à Arca da Aliança

"Este seria um caso raro em que poderíamos ligar a narrativa bíblica com uma descoberta arqueológica", disse Lederman ao Haaretz

0
Réplica da Arca da Aliança | (Wikimedia Commons)

Arqueólogos em Israel descobriram uma estrutura como um templo e uma grande rocha que, segundo eles, pode ser a descrita em 1 Samuel – e, se assim for, teria desempenhado um papel na Arca da Aliança que abrigava os Dez Mandamentos.

Uma equipe da Universidade de Tel Aviv que estava escavando perto do local de Beth Shemes, nos arredores de Jerusalém, descobriu uma estrutura fora da área residencial que tinha paredes robustas e remonta à época dos israelitas bíblicos. Eles também encontraram pilhas de ossos de animais.

“Este seria um caso raro em que poderíamos ligar a narrativa bíblica com uma descoberta arqueológica”, disse Lederman ao Haaretz

“Há muita evidência de que é um templo “, disse ao Haaret o arqueólogo Shlomo Bunimovitz, da Universidade de Tel Aviv. “Quando você olha para a estrutura e seu conteúdo, fica muito claro que não é um espaço doméstico padrão, mas algo especial”.

No entanto, é a rocha incomum – uma enorme laje de pedra que repousa sobre duas rochas – que deixou os arqueólogos perplexos. Inicialmente, eles acreditavam que era um pilar que havia caído.

“Mas logo percebemos que era uma mesa”, disse o jornal o arqueólogo Zvi Lederman, da Universidade de Tel Aviv.

VEJA TAMBÉM
Mil judeus aceitam a Jesus de uma só vez em conferência

A mesa de pedra reside dentro do templo

Tanto Bunimovitz quanto Lederman acreditam que a mesa poderia ter sido um local de descanso para a Arca da Aliança descrita em 1 Samuel. 1 Samuel 4-5 fala dos filisteus que capturaram a Arca da Aliança, mas depois foram punidos por Deus por tê-la em seu poder . Então, em 1 Samuel 6: 13-15, os filisteus retornam a Arca:

Laje incomum descoberta no templo de Beth Shemesh, com 3.100 anos, lembra a “pedra grande” bíblica na qual a arca descansava, sugerindo que os núcleos da história da Bíblia são muito mais antigos do que se pensava

“E os de Bet-semes colheram o trigo no vale; e, levantando os olhos, viram a arca e se alegraram ao vê-la. E o carro chegou ao campo de Josué de Bet-semes e parou ali onde havia uma grande pedra; e cortaram a madeira da biga e ofereceram as vacas em holocausto a Jeová. E os levitas baixaram a arca de Jeová e a caixa que estava ao lado dela, na qual estavam as jóias de ouro, e as depositaram sobre aquela grande pedra; e os homens de Bet-semes sacrificaram holocaustos e sacrificaram sacrifícios a Jeová naquele dia. ”

Essa “grande pedra” é o que os arqueólogos acreditam ser a mesa de pedra que descobriram. O Antigo Testamento diz que a Arca da Aliança estava alojada no tabernáculo e depois no Templo de Jerusalém – embora também, ao mesmo tempo, repousasse sobre uma grande rocha. Primeiro de Samuel 6.18 diz: “A grande rocha sobre a qual os levitas lançaram a arca de Jeová é uma testemunha deste dia no campo de Josué de Bet Semes.”

VEJA TAMBÉM
Bolsonaro viaja para Israel sem cumprir promessa de mudar embaixada

“Este seria um caso raro em que poderíamos fundir a narrativa bíblica com uma descoberta arqueológica”, disse Lederman ao Haaretz.

(Com Evangelho Digital)

google.com, pub-9459345976355950, DIRECT, f08c47fec0942fa0 smartadserver.com, 3563, RESELLER beachfront.com, 13749, RESELLER, e2541279e8e2ca4d advertising.com, 28458, RESELLER admanmedia.com, 556, RESELLER