O crime chegou a ser transmitido ao vivo junto com o culto no Youtube, mas o vídeo não está mais no ar. Ainda não se sabe o que motivou o atirador

Um tiroteio em uma igreja no Texas, nos Estados Unidos, deixou ao menos dois mortos e um ferido neste domingo (29). Um homem armado entrou na igreja e abriu fogo contra os fiéis até ser baleado, segundo confirmou o governador, Greg Abbott.

+ Briga por cargo em igreja provoca tiroteio entre fieis e choca comunidade

O incidente aconteceu em White Settlement, no oeste de Dallas, enquanto acontecia uma cerimônia na West Freeway Church of Christ. As autoridades locais não sabem, até o momento, as motivações do autor do ataque, que foi baleado por seguranças da igreja.

Porta-vozes do MedStar Mobile Healthcare, hospital para onde foram levados os feridos, disseram que o homem acusado de efetuar os disparos foi encaminhado para a unidade, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Uma pessoa sofreu parada respiratória enquanto era levada para o hospital, mas foi reanimada antes de ser levada para a sala de cirurgia.

O governador do Texas, Greg Abbott, classificou o ataque como um “diabólico ato de violência” e aproveitou para agradecer os seguranças por protegerem o local, atingirem o atirador e terem evitado que mais pessoas morressem.

VEJA TAMBÉM
Canadá: Um terço das igrejas devem fechar seus templos na próxima década, estima organização

Mike Tinius, um dos fiéis que acompanhava a cerimônia religiosa, afirmou ao normal “The New York Times” que um dos guardas que atuavam no local morreu na troca de tiros. O tiroteio foi transmitido ao vivo junto com o culto no Youtube, mas o vídeo não está mais disponível.

O ataque aconteceu cerca de 12 horas depois que um homem foi preso em Nova York por esfaquear cinco pessoas na casa de um rabino, no norte da cidade.

(Com R7)