Redação JM Notícia

Nesta quinta-feira (9) a Polícia Federal cumpriu seis mandatos de busca e apreensão nas cidades de Belém (PA), Palmas (TO) e Brasília (DF) por conta da Operação Fora do Caixa, desdobramentos da Operação Lava Jato.

No Tocantins os agentes cumpriram o pedido de prisão temporária e um busca e apreensão, sendo que o alvo da operação é Álvaro Cesar Silva de Rin, suspeito de intermediar o pagamento de propinas.

A investigação começou após uma colaboração premiada feita por executivos da empresa Odebrecht que relataram o pagamento de R$ 1,5 milhão por meio de Caixa 2 nas eleições de 2014 para o candidato ao Governo, Helder Barbalho.

Durante a investigação foram encontrados indícios de que um dos três pagamentos realizados (cada um no valor de R$ 500 mil) foram feitos em um endereço ligado a parentes do ex-senador Luiz Otávio Campos (MDB) que foi preso em São Paulo, ele tem ligações com o senador Jader Barbalho.