Redação JM Notícia

O vídeo especial de Natal do grupo Porta dos Fundos que retrata Jesus como homossexual, os discípulos de bêbados e Maria vivendo um triângulo amoroso com José e Deus, tem revoltado cristãos não apenas no Brasil, mas também no exterior.

Pelo Twitter o vice-premiê da Polônia, Jaroslaw Gowin, exigiu que a Netflix remova o vídeo e ainda compartilhou o link de um abaixo assinado que pede o mesmo.

“Reed Hastings: exigimos que a Netflix remova o filme blasfemo de sua plataforma”, escreveu Gowin ao compartilhar o link de uma petição online exigindo a retirada do filme.

Mais de 1,4 milhão de poloneses assinaram a petição que diz: “Todos os anos, o grupo de comédia brasileiro ‘Porta dos Fundos’ produz um filme para o Natal que visa atacar cristãos e o cristianismo. O ciclo aparece sob o título: ‘A primeira tentação de Cristo’. Pode-se dizer que essas produções têm um único objetivo – a blasfêmia. Obviamente, o objetivo desta blasfêmia é apenas uma e única religião – o cristianismo”.

O texto também questiona porque o grupo só faz vídeos zombando do cristianismo e não de outras religiões. “Ninguém tem o direito de ofender e atacar a fé de bilhões de pessoas em todo o mundo”, completa o texto lamentando que o vídeo brasileiro tenha recebido legenda em polonês, um país majoritariamente católico.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here