Lula quer que PT se aproxime dos evangélicos, mas conversas estão fracassando

O PT divulgou em seu site um texto confuso dizendo que “o fenômeno evangélico na atualidade encontra-se no epicentro da questão política, como uma das ferramentas religiosas que interpretam e justificam este sistema de exclusão”.

O partido diz que “se torna necessário agir para fortalecer espaços de atuação e formação de evangélicas e evangélicos filiadas, filiados e simpatizantes ao PT”.

A foto de ilustração do texto é de abril do ano passado, quando Gleisi Hoffmann participou do 1º Encontro Nacional do Núcleo de Evangélicos do PT.

Os “evangélicos petistas” pediam, à época, Lula livre.

“Reafirmamos nosso compromisso de fé e justiça e nos irmanamos a todos e todas que queiram estar nessa caminhada conosco. Assim, sob a égide do evangelho, lembramos as palavras do apóstolo Tiago: “Eis que o salário dos trabalhadores que ceifaram as vossas terras e que por vós foi diminuído clama; e os clamores dos que ceifaram entraram nos ouvidos do Senhor dos Exércitos.” (Tg 5:4) Até o segundo encontro nacional do núcleo  de evangélicos e evangélicas do PT”, diz a nota do Partido dos Trabalhadores. Com informações O Antagonista

+ Lula quer que PT se aproxime dos evangélicos, mas conversas estão fracassando

VEJA TAMBÉM
Em manifestação, Malafaia critica PT e diz que o povo vai colocar "essa cambada pra fora"

+ Lula planeja usar força evangélica para PT voltar ao poder