Doses serão distribuídas na rede pública de Palmas — Foto: Raíza Milhomem/Prefeitura de Palmas

A Prefeitura de Palmas informou nesta segunda-feira (13) que os Centros de Saúde da capital e as farmácias municipais vão começar a distribuir canetas para aplicação de insulina. As unidades serão fornecidas pelo Ministério da Saúde conforme a necessidade e são destinadas a pacientes diagnosticados com diabetes mellitus tipo 1.

As primeiras doses serão distribuídas a crianças e adolescentes até 15 anos de idade e idosos acima de 65 anos de idade, que são os dois grupos prioritários. A ideia é que os próprios pacientes façam as aplicações, sem depender de terceiros. Cada caneta possui 300 doses do medicamento e vem equipada com agulhas ultrafinas, que devem causar menos desconforto que as tradicionais.

+ Pastor Mario de Oliveira concede entrevista e fala sobre projetos sociais desenvolvidos no Brasil

Para receber uma dose é necessário ir até a farmácia municipal levando uma caixinha de isopor com gelo para armazenagem da insulina. Também é obrigatório apresentar o Cartão SUS, e ainda receita e laudo atualizados que comprovem o diagnóstico e tratamento. O paciente pode também solicitar um aparelho para medir o índice de glicemia, tiras e agulhas.

VEJA TAMBÉM
Manhã de conferência para os jovens participantes do 15º Congresso da UMADEP.

O método de aplicação da caneta é considerado mais seguro em função do controle de dosagem, que evita erros de aplicação que podem causar complicações como a hipoglicemia. Também favorece a adesão de crianças e adolescente ao programa, já que evita o uso de agulhas.