Pastor Robson Ciríaco – Teólogo e professor – Foto: Ricardo Costa

O pastor e professor de teologia Robson Ciríaco, da Assembleia de Deus Madureira em Araguaína -TO, abordou no último domingo (12), o tema da lição de número 02, da editora Betel, que trata sobre a “família: princípios e valores”.

Em entrevista ao JM Notícia, o teólogo afirmou que a sociedade contemporânea, vive um tempo repleto de desafios e constantes ataques que a família vem sofrendo.

Segundo Robson Ciríaco, faz-se necessário uma profunda reflexão acerca deste assunto e ressaltou que “não precisamos nos aprofundar muito em pesquisas, ou analisarmos várias horas de vídeos, ou até mesmo as leis de nosso país, para que percebamos uma cruzada contra a família”.

Desconstrução familiar

O teólogo abordou também um tema de muita relevância que é a desconstrução familiar e a quebra de valores, que é bastante perceptível nos últimos anos. Segundo ele, estão tentando a todo custo “enfiar goela abaixo” na sociedade uma verdade não confirmada: “A militância anti-família tenta criar uma narrativa de desmoralização e de desconstrução de princípios familiares”.

VEJA TAMBÉM
Casa Publicadora das Assembleias de Deus comemora 79 anos

+ Durante AGE da CONEMAD-TO, Eli Borges faz alerta sobre ataques à família

+ Facebook exclui postagem de igreja sobre o conceito de família “original” e “pirata

Família: Instituição Divina

Partindo do principio bíblico, o pastor Robson Ciríaco afirmou que ao analizar a família numa perspectiva bíblica, ele encontra subsídios poderosos e bases sólidas para dizermos que a família é uma instituição divina e base para uma sociedade sadia.

O texto bíblico de Mateus 7: 24 – 27, reflete acerca da passagem por título:

Ao finalizar, o pastor Robson Ciriáco ressaltou que em meios a tantos ataques, como a famigerada ideologia de gênero, a sexualidade infantil, a quebra de autoridade dos pais e a exposição de programas de entretenimento aonde os valores e princípios familiares chegam a ser ridicularizados, só existe um meio de resguardar a família, e o meio é edificar a casa (família) sobre a rocha.

+ Conselho Federal de Medicina muda idade mínima para mudança de sexo de 21 para 18 anos

+ Relator rejeita artigo de projeto de lei que libera mudança de sexo em crianças sem autorização dos pais

VEJA TAMBÉM
Representantes de convenções afiliadas à CGADB terão encontro com o Conselho Nacional da Juventude

“Faço um apelo: precisamos defender as famílias do Brasil e do mundo, e a igreja precisa investir ainda mais nas famílias, as apoiando-as e ensinando-as pois essa é a verdadeira missão”, finalizou o pastor Robson Ciríaco, em entrevista ao JM Notícia.