Redação JM Notícia

Igreja Deshan Temple foi demolida na China em 2019 | Foto: Bitter Winter

Segundo o Portas Abertas, no ano passado 9.488 igrejas ou edifícios cristãos foram atacados em todo o mundo. Uma média de 25 ataques por dia.

Os números mostram o quanto a perseguição religiosa tem aumentado, pois no relatório de 2018, a quantidade de igrejas atacadas era de 1.266.

O número de cristãos presos também aumentaram de um ano para o outro, com 2.625 em 2018 e 3.711 em 2019.

Os dados fazem parte do relatório anual que mostra dados sobre a perseguição religiosa no mundo, incluindo a lista dos 50 países mais perigosos para ser cristão.

No topo da lista estão Coréia do Norte, Afeganistão, Somália, Líbia e Paquistão estão nas cinco primeiras posições da lista que este ano acrescentou três novos países que tiveram a perseguição a cristãos aumentada no último ano: Burkina Faso, Camarões e Níger.

O relatório constata que cerca de 260 milhões de cristãos experimentam “altos níveis de perseguição” nos 50 principais países da lista, um aumento de cerca de 6% em relação ao relatório divulgado no ano passado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here